Santiago do Chile

Olá gente!!

Vocês gostam quando as coisas saem mesmo sem muito planejamento? Eu sou até bem organizada com os planejamentos, principalmente com os financeiros, mas quando algumas coisas te pegam de surpresa até que é bem mais emocionante, não é!?

Nesse feriado de Tiradentes e São Jorge a gente não havia planejado nenhuma viagem, faríamos alguma coisa por perto mesmo, mas o fato de seguir blogs de viagem é um problema, né? Você vai vendo as pessoas postando os lugares que estão, que vão, e parece que vai dando um comichão, uma coisa maluca rs a gente começa a catar promoções nos sites como decolar e passagens imperdíveis até que encontra! O ditado já diz, quem procura acha! E lá vamos nós com nossos 5 dias de folga para Santiago do Chile, e mais um dia de quebra em Buenos Aires.

Santiago

Hotel

Sempre ficamos em algum hostel ou hotel simples, para que a grana extra possa ser (ao nosso ver) usada em algo melhor, comer e passear. Mas dessa vez a viagem seria curtinha e queríamos um lugar agradável para descansar a noite. Ficamos no Altura Suítes, que não precisou ser caro para ser bom e é bem pertinho do centro e ao lado, literalmente, do Cerro de Santa Luzia, um mirante lindinho que tem vista parcial da cidade.

Trocando o dinheiro

Quase não tem peso chileno nas casas de câmbio no Rio de Janeiro, é preciso reservar e aguardar pelo menos 24 a 48 horas. Como não tínhamos esse tempo, e li no blog Like Chile que poderíamos trocar um pouco no aeroporto quando chegássemos lá e o restante nas casas de câmbio na cidade,(no aeroporto a cotação é sempre pior) foi o que fizemos.

Mas como tem que ter uma adrenalina se não a viagem fica sem graça… achamos que o hotel havia sido pago no cartão, mas era desses que se paga na hora, e a gente não havia desbloqueado o cartão, por preguiça e para evitar de gastar (não faça isso) rs. Sorte que o Santander está praticamente em todos os lugares do mundo e pela segunda vez nos salvou. Sacamos o dinheiro que faltaria para pagar o hotel e pasmem, mesmo com todas as taxas ainda sai mais barato do que trocar o dinheiro em qualquer casa de câmbio. Valeu Santander, ponto para você.

Pontos Turísticos:

Cerro de Santa Lucia

Ao lado do nosso hotel, um mirante lindinho, parece uma pequena fortaleza. A pequenina subida pode ser por escadas na frente ou por uma rampa na lateral, há também um elevador, mas não funciona direto.

Lá em cima tem um mausoléu de Benjamin Vicuña Mackenna, um político e historiador chilenoE além da vista, tem um espaço fechado onde acontecem alguns eventos. Muitos moradores fazem atividades físicas ali.

Cerro de Santa Lucia - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Cerro de Santa Lucia – Santiago

Cerro de Santa Lucia - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Cerro de Santa Lucia – Santiago

Cerro de Santa Lucia - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Cerro de Santa Lucia – Santiago – Malzoléu

Cerro de Santa Lucia - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Cerro de Santa Lucia – Santiago – Laguinho

Cerro de Santa Lucia - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Cerro de Santa Lucia – Santiago

 Santiago - Chile - Meu Mundo Por Aí

Entardecer em Santiago

 

Cerro de San Cristóbal

Este é o nome do Padroeiro dos viajantes!! Não foi à toa que eu amei esse lugar! 😉

O maior e mais alto mirante de Santiago, no alto dele podemos ver toda a cidade.

Para subir a melhor e mais tradicional opção é o Funicular, que é um bondinho, uma espécie de trenzinho que sobre o morro em linha reta. Custa 2 mil pesos chilenos por pessoa ida e volta.

Lá em cima tem uma enorme estátua de Nossa Senhora da Conceição, e uma capela dedicada ao hospital Maria Virgem, nela o Papa João Paulo II rezou uma missa abençoando Santiago.

No primeiro mirante, assim que descemos do funicular, tem umas lojinhas de lembrancinhas e de comes e bebes, há também uma loja de artigos religiosos, pequenas variedade de lembrancinhas como ímãs e cartões postais de toda a cidade.

Cerro de San Cristóbal - Meu Mundo Por Aí

Cerro de San Cristóbal – Nossa Senhora da Conceição

Cerro de San Cristóbal - Meu Mundo Por Aí

Cerro de San Cristóbal – Mirante

Cerro de San Cristóbal - Meu Mundo Por Aí

Cerro de San Cristóbal – Santuário

Cerro de San Cristóbal - Meu Mundo Por Aí

Cerro de San Cristóbal – Santuário – Capela

Vinícola (Viña Concha y Toro)

Essa é a mais famosa na rota de vinhedos dos turistas, e não é difícil encontrar brasileiros por lá, sei que algumas pessoas correm de lugares onde tem mutas pessoas da mesma nacionalidade, prefere conhecer um pouco mais do povo do local, e eu concordo, mas vale muito a pena ir nessa vinícola.

O guia (escolhemos em português, e era português de Portugal, ora pois!) era uma pessoa bem engraçada, nos contava as histórias do lugar de forma dinâmica e divertida, brincou muito bem com a lenda de El Diablo, que deu origem à um dos vinhos mais conhecidos da Concha y Toro que é o Casillero Del Diablo, eles apagam as luzes e contam como tudo começou, tem uma projeção na parede do casillero (que é a parte subterrânea onde ficam os tonéis com vinhos). Eles nos dão 3 tipos de vinho para provarmos, e no final podemos ficar com a taça de lembrança.

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro – Tonéis resfriados com umidade alta no ar

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro – Antiga casa de moradia dos donos da vinícola.

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro – uva

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro – 1ª prova, Sauvignon Blanc.

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro – Sauvignon Blanc – Casillero Del Diablo

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro – Sauvignon Blanc – Salud

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro – Casillero

Vinícola Concha y Toro - Meu Mundo Por Aí

Vinícola Concha y Toro

Como chegar na Concha y Toro

Na Concha y Toro fomos de metrô até a estação de metrô Plaza del Puente e pegamos um táxi (5 minutos de distância). Na ida o taxista cobrou 4 mil pesos, sabia que estava um pouco caro, mas todos os táxis ali parados cobrariam o preço fechado, então fomos nele mesmo. Na volta o táxi ligou o taxímetro e deu 2.500 pesos, mais ou menos quanto eu achei que daria mesmo, fique ligado!

Existem outras, a segunda mais visitada é a Undurraga, um pouquinho mais barata, mas um pouquinho mais longe também.

Plaza de Armas

Nessa praça estão a Catedral de Santiago, o antigo prédio dos correios e mais a frente encontra-se o Palácio de La Moneda, que as 10h da manhã tem troca de guarda, como em londres.

Catedral de Santiago

Catedral de Santiago

Catedral de Santiago

Prédio dos correios

Antigo prédio dos Correios

Antigo prédio dos Correios

Palácio de La Moneda

Palacio de La Moneda - Santiago - Chile

Palácio da Moeda

 

Estádios

Bem, quem acompanha a gente aqui no Meu Mundo Por Aí sabe o quanto os estádios são importantes no nosso roteiro, as vezes um pouquinho contra a minha vontade, mas fazer o que né?! rs

Estádio Nacional

Estádio onde o Brasil ganhou a copa de 62.

Não havia jogo nele na temporada que estávamos lá, mas fomos apenas ver por fora e acabamos pegando o estádio aberto, estava rolando uma espécie de olimpíada escolar.

Estádio Nacional - Meu Mundo Por Aí

Estádio Nacional

Estádio Nacional - Meu Mundo Por Aí

Estádio Nacional

Estádio Nacional - Meu Mundo Por Aí

Estádio Nacional

Colo Colo

Nesse nós fizemos o tour. O estádio fica em uma espécie de buraco, abaixo do nível da rua, sendo que Santiago já é uma espécie de buraco, então seria um buraco dentro de um buraco. Redondo com cadeiras em toda a volta do estádio, podemos imaginar a pressão que deve ficar em dias de jogos com as torcidas fervendo de tanto gritar ali. Ainda mais que existe uma torcida que é bem tradicional e só para sentir o nível, tem o nome deles pintado na parede do fundo e arame farpado separando as cadeiras onde eles ficam e o campo!! Devem ser bem calminhos, não acham? =O

Colo colo - Meu Mundo Por Aí

Conseguem ver o arame farpado do lado esquerdo do campo, separando a torcida dos jogadores?

Estádio do Colo colo - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Torcida cativa do Colo colo

Estádio do Colo colo - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio do Colo colo – Santiago

Estádio do Colo colo - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio do Colo colo – Santiago – Tour

Estádio Colo colo - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio Colo colo – Santiago

DCIM100GOPROGOPR3056.

DCIM100GOPROGOPR3056.

Estádio do Colo colo - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio do Colo colo – Santiago – Museu

Palestino

Esse estádio é pequeno, simples e longe! Mas era o único que teria jogo nessa temporada e eu acabei cedendo a ir ver com o Robson. Compramos os ingressos na casa lotérica de lá com dois dias de antecedência. No dia do jogo pegamos o metrô e descemos na estação El Parón. Andamos cerca de mais 15 minutos até o estádio, o lugar é bem periferia / interior, as casas são mais simples, quase não tem edifícios e apesar do chão ser de asfalto, havia muita terra, nossos sapatos saíram de lá cinza! Rs

O Jogo era do campeonato chileno, não encheu nem metade do que cabia, e foi contra o Union Española, que é um time mais velho e mais tradicional que o Palestino, havia torcida com gritos de guerra, eu por muitas vezes desejei estar do outro lado, na torcida deles =/. Mas quem está na chuva é pra se molhar, e já que a gente estava ali, então torcemos pelo Palestino, procuramos nos sentar ao lado de pessoas que estavam mais animadas, a maioria era meio parada, com roupas sociais, nada do que estamos acostumados aqui no Rio de Janeiro, mas o “nosso” time abriu o placar com gol de escanteio… e só. Depois disso só foi pressão, bati palmas, gritei, xinguei o juiz… ele estava roubando, poxa! Rs E o placar final não foi o esperado, acabou 3 x 2 para o adversário.

Estádio Palestino - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio Palestino – Santiago

Estádio Palestino - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Entrada para nossos lugares, que era algo como um camarote, tinha comida no intervalo (queríamos o mais barato, mas já havia acabado)

Estádio Palestino - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Estádio Palestino – Santiago

Estádio Palestino - Santiago - Meu Mundo Por Aí

Palestino x Union Española

 

O próximo post será sobre onde e o que comer, e o que não pode deixar de provar em Santiago!!

Fiquem ligados, assinem o blog, é de graça, só clicar em seguir aqui embaixo a direita e cadastrar o seu email para receber um aviso quando postarmos algo novo por aqui! 🙂

Assinatura Blog FANI

Anúncios

4 pensamentos sobre “Santiago do Chile

  1. Fani!! vc lembra quanto pagou na entrada da Vinicula?! Vi que vc ficou 5 dias, estou indo pra ficar 7 e ja vi varias Viniculas (Cousiño Macul/ Undurraga/ Vale de Casablanca/ Santa Rita/ Vale de colchagua) por la, vc recomendaria alguma outra caso tivesse mais tempo ou a Concha y Toro ja vale por todas?! bjuuu e nao achei o post sobre “onde e o que comer” que vc colocou no final do post!! bjuu

    Curtir

    • Oi! Pagamos 10 mil pesos (cada) na entrada da Concha Y Toro, o guia era bem animado e vale super a pena. Só fomos nessa, mas nas pesquisas que fiz antes, a Undurraga ficava em segundo lugar na opinião dos brasileiros! Também as de Valparaíso, um lugar mais afastado, não sei se dará tempo, mas é uma boa dar uma pesquisada.
      Quanto a conversão, tem que ver a cotação, quando eu fui estava 187 pesos para 1 real, eu arredondava, fazia 200 pesos para 1 real, assim é mais fácil fazer conta, sempre arredondando para cima. Na média geral das coisas, mesmo convertendo, os preços finais em real ficavam a média que estamos acostumados a pagar no Rio.
      Beijos e divirtam-se!!

      Curtir

Tem dúvidas ou dicas? Comente aqui =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s